Nutrição – Página: 4 – Nutrição e Desenvolvimento
logo

Bem Vindos ao Nutrição e Desenvolvimento

Horário de Atendimento
Segunda - Sexta 09:00AM - 17:00PM
Sábado - Domingo FECHADO
NOSSA GALERIA

Seg - Sex 9.00 - 17.00

55-11-3845-7267

Whatsapp 55-11-9833-2857

R. Guarará, 529 - Cj. 58 - Jardim Paulista, São Paulo

Top

Coenzima Q10: previne as doenças cardíacas e retarda envelhecimento

Ela é produzida no nosso organismo, mas diminui depois dos 30 anos, e está presente em carnes, aves, peixes, soja, nozes, espinafre e brócolis A Coenzima Q10 ou Ubiquinona é produzida no nosso organismo, mas esta produção diminui com a idade principalmente após os 30 anos. Na alimentação está presente em carne, aves e peixes e em pequena quantidade em cereais, soja, nozes, espinafre e brócolis. A Coenzima Q10, como suplemento nutricional ou proveniente da dieta, é melhor absorvida na presença de alimentos ricos em gorduras. Depois de absorvida é transportada ao fígado onde é incorporada dentro de lipoproteínas e concentrada nos tecidos. Ações importantes da Coenzima Q10: - previne doenças cardíacas e melhora distúrbios cardiovasculares como a Hipertensão - fortalece o sistema imunológico, ativando a produção de anticorpos -...

Share

Benefícios para a saúde do chá verde

De todos os chás produzidos a partir das folhas da planta Camellia sinensis, o chá verde contém os mais altos níveis de nutrientes poderosos chamados catequinas. Existem oito catequinas principais encontradas no chá verde. Destes, o mais notável é o galato de epigalocatequina (EGCG), responsável por cerca de 65% de todas as catequinas do chá verde. Esses nutrientes ajudam a fornecer benefícios cardiovasculares e metabólicos, incluindo a capacidade do chá verde de suportar peso saudável. Portanto, não é surpresa que o chá verde seja considerado uma das bebidas e suplementos mais saudáveis ​​do mercado. O chá verde é bom para o seu coração? O consumo de chá verde está correlacionado com melhorias nos níveis de pressão arterial e colesterol e redução da gordura corporal. Na verdade, um...

Share

Intestino saudável pode manter seus pulmões felizes, diz estudo

A Universidade de Newcastle divulgou as seguintes notícias: Os corpos humanos são habitados por bilhões de bactérias que são essenciais para nosso bem-estar, e a maioria dessas bactérias vive em nosso sistema digestivo. O que comemos é realmente importante para manter um equilíbrio saudável em nossas bactérias intestinais. A fibra da comida alimenta as bactérias saudáveis ​​que vivem em nossa flora. Quando as bactérias do intestino processam fibras, produzem substâncias químicas benéficas que têm uma série de efeitos positivos, pois podem melhorar a imunidade e atuar diretamente em outros órgãos, inclusive nos pulmões. Uma dieta rica em fibras também pode aumentar o número de bactérias saudáveis ​​no intestino, o que tem um efeito significativo na saúde. Sabemos agora que os desequilíbrios nas bactérias intestinais foram observados em muitas...

Share

Radicais Livres e Antioxidantes: O que são e como atuam

Muito se fala sobre radicais livres e antioxidantes. De como o desequilíbrio entre eles está ligado a uma série de doenças. Mas afinal, o que são os radicais livres? Como eles atuam? E os antioxidantes, para que servem? Onde podem ser encontrados? Esse texto explica essa dinâmica e suas consequências. O QUE SÃO RADICAIS LIVRES Radicais livres são moléculas cujos átomos possuem um número ímpar de elétrons. Esta molécula incompleta é capaz de capturar elétrons de proteínas que compõem a célula, para recuperar o número par. Assim se inicia uma reação em cadeia. A molécula desfalcada se torna um novo radical e vai em busca de um elétron da molécula vizinha, e assim por diante. O problema é que não se tira ou acrescenta elétrons em uma molécula...

Share

O que comemos pode afetar a nossa saúde mental

A nutrição desempenha um papel crítico na saúde mental. Como observado pela equipe de pesquisa liderada por Joseph Firth, "deficiências nutricionais resultantes da ingestão insuficiente de nutrientes essenciais para a saúde humana são um fator de risco para transtornos psiquiátricos e mentais". Nosso cérebro precisa de comida para que funcionem de maneira ideal. Concentração, memória, análise para citar apenas alguns podem ser alcançados por um "cérebro bem alimentado". Se o cérebro é privado de nutrientes, pode incorrer em estresse oxidativo que resulta em danos às células cerebrais. Células cerebrais são insubstituíveis e seus danos facilitam o desenvolvimento de alguns transtornos mentais. A experiência de problemas de saúde mental também pode estar associada a uma dieta e saúde física mais precárias. A má nutrição tem sido implicada no...

Share

OMS defende práticas de produção de alimentos mais saudáveis

A Organização Mundial de Saúde (OMS) acolheu com satisfação o compromisso da Aliança Internacional para Alimentos e Bebidas (IFBA) de alinhar-se com a meta da OMS de eliminar a gordura trans produzida industrialmente do suprimento global de alimentos até 2023. A ingestão de gorduras trans é responsável por mais de 500.000 mortes por doença cardíaca coronária a cada ano no mundo. É uma substância que é feita através da conversão industrial de óleo em gorduras. "O compromisso assumido pela IFBA está alinhado com a meta da OMS de eliminar a gordura industrial a partir do suprimento mundial de alimentos até 2023", disse o diretor-geral da OMS, Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, em uma reunião com representantes do IFBA. "A OMS vai monitorar os próximos passos a serem dados...

Share

Estudo sugere que ácido alpha lipóico + vitamina D pode retardar o envelhecimento cerebral

A pesquisa revela um papel potencial para a suplementação com ácido alpha lipóico e vitamina D em retardar o envelhecimento do cérebro. Pesquisadores da Universidade de Piemonte Orientale, na Itália, investigaram o efeito desses nutrientes no estresse oxidativo e no dano por acúmulo de ferro, ambos afetando o envelhecimento cerebral. Culturas de células cerebrais em forma de estrela conhecidas como astrócitos responsáveis ​​pela manutenção de funções neuronais e sinápticas foram tratadas com peróxido de hidrogênio para modelar o estresse oxidativo e em outros experimentos com ferro catalítico por seis dias para induzir a neurodegeneração. Foi inicialmente demonstrado que a vitamina D e o ácido alpha lipóico foram capazes de atravessar uma barreira hematoencefálica in vitro, confirmando sua utilidade em distúrbios cerebrais humanos. Em células tratadas com peróxido...

Share

Você sabe o que é biotecnologia?

Trata-se de um conjunto de técnicas que envolvem a manipulação de organismos vivos para modificação de produtos. A palavra tem origem grega: “bio” significa vida, “tecnos” remete a técnica e “logos” quer dizer “conhecimento”. Quando falamos sobre o que é biotecnologia clássica, nos referimos ao uso de microrganismos como agentes fermentadores para a produção de queijos, pães, cervejas e vinhos. Registros da civilização babilônica já indicavam a utilização de leveduras (os tais microrganismos) na produção de pães e cervejas cerca de 4.500 anos antes de Cristo. Hoje, as substâncias essenciais para a elaboração desses e de outros alimentos, a exemplo de queijos, iogurtes, vinhos e bolos, são sintetizadas industrialmente com ajuda de bactérias, leveduras, fungos, algas ou até mesmo alguns tipos de vírus. O conjunto destas técnicas melhoram o desenvolvimento...

Share

Novo estudo francês explora riscos de alimentos ultraprocessados

Um grande estudo francês encontrou pela primeira vez uma ligação entre o consumo de alimentos ultraprocessados ​​e um maior risco de morte, mas os pesquisadores alertaram que mais trabalho é necessário para determinar quais mecanismos estão em jogo. O estudo, que envolveu o monitoramento das dietas de dezenas de milhares de franceses entre 2009 e 2017, encontrou uma ligação modesta entre o aumento do consumo de alimentos ultraprocessados ​​- caracterizados como formulações prontas para consumo ou de calor - e um elevado risco de mortalidade. Durante o período. Os resultados foram publicados no JAMA Internal Medicine, publicado pela American Medical Association. Mas "não devemos ser alarmistas, ou dizer que comer uma refeição embalada lhe dá uma chance 15% maior de morrer", advertiu Mathilde Touvier, diretora da equipe de...

Share

Estatinas não reduzem colesterol ruim

Metade das pessoas que tomam estatinas não reduzem o colesterol ruim para o ideal Trinta milhões de pessoas no mundo usam medicamentos para baixar o colesterol ruim. Eles são chamados de estatinas e já estão há mais de 30 anos no mercado. Entretanto, um estudo do Instituto Nacional para a Saúde do Reino Unido, divulgado em abril deste ano, revelou que metade das pessoas que usam esses remédios não reduzem o colesterol ruim para o nível ideal. “A causa às vezes pode estar no médico que prescreveu uma dose muito baixa, que muitas vezes não orientou o paciente de forma correta, mas muitas vezes [a causa] está no paciente”, explica o cardiologista do HU-USP Márcio Bittencourt. Como o colesterol alto não traz sintomas, é mais difícil querer tomar o medicamento....

Share
  • January 2018
  •