logo

Bem Vindos ao Nutrição e Desenvolvimento

Horário de Atendimento
Segunda - Sexta 09:00AM - 17:00PM
Sábado - Domingo FECHADO
NOSSA GALERIA

Seg - Sex 9.00 - 17.00

55-11-3845-7267

Whatsapp 55-11-9833-2857

R. Guarará, 529 - Cj. 58 - Jardim Paulista, São Paulo

Top

O que comemos pode afetar a nossa saúde mental

A nutrição desempenha um papel crítico na saúde mental. Como observado pela equipe de pesquisa liderada por Joseph Firth, "deficiências nutricionais resultantes da ingestão insuficiente de nutrientes essenciais para a saúde humana são um fator de risco para transtornos psiquiátricos e mentais". Nosso cérebro precisa de comida para que funcionem de maneira ideal. Concentração, memória, análise para citar apenas alguns podem ser alcançados por um "cérebro bem alimentado". Se o cérebro é privado de nutrientes, pode incorrer em estresse oxidativo que resulta em danos às células cerebrais. Células cerebrais são insubstituíveis e seus danos facilitam o desenvolvimento de alguns transtornos mentais. A experiência de problemas de saúde mental também pode estar associada a uma dieta e saúde física mais precárias. A má nutrição tem sido implicada no...

Share

OMS defende práticas de produção de alimentos mais saudáveis

A Organização Mundial de Saúde (OMS) acolheu com satisfação o compromisso da Aliança Internacional para Alimentos e Bebidas (IFBA) de alinhar-se com a meta da OMS de eliminar a gordura trans produzida industrialmente do suprimento global de alimentos até 2023. A ingestão de gorduras trans é responsável por mais de 500.000 mortes por doença cardíaca coronária a cada ano no mundo. É uma substância que é feita através da conversão industrial de óleo em gorduras. "O compromisso assumido pela IFBA está alinhado com a meta da OMS de eliminar a gordura industrial a partir do suprimento mundial de alimentos até 2023", disse o diretor-geral da OMS, Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, em uma reunião com representantes do IFBA. "A OMS vai monitorar os próximos passos a serem dados...

Share

Estudo sugere que ácido alpha lipóico + vitamina D pode retardar o envelhecimento cerebral

A pesquisa revela um papel potencial para a suplementação com ácido alpha lipóico e vitamina D em retardar o envelhecimento do cérebro. Pesquisadores da Universidade de Piemonte Orientale, na Itália, investigaram o efeito desses nutrientes no estresse oxidativo e no dano por acúmulo de ferro, ambos afetando o envelhecimento cerebral. Culturas de células cerebrais em forma de estrela conhecidas como astrócitos responsáveis ​​pela manutenção de funções neuronais e sinápticas foram tratadas com peróxido de hidrogênio para modelar o estresse oxidativo e em outros experimentos com ferro catalítico por seis dias para induzir a neurodegeneração. Foi inicialmente demonstrado que a vitamina D e o ácido alpha lipóico foram capazes de atravessar uma barreira hematoencefálica in vitro, confirmando sua utilidade em distúrbios cerebrais humanos. Em células tratadas com peróxido...

Share

Você sabe o que é biotecnologia?

Trata-se de um conjunto de técnicas que envolvem a manipulação de organismos vivos para modificação de produtos. A palavra tem origem grega: “bio” significa vida, “tecnos” remete a técnica e “logos” quer dizer “conhecimento”. Quando falamos sobre o que é biotecnologia clássica, nos referimos ao uso de microrganismos como agentes fermentadores para a produção de queijos, pães, cervejas e vinhos. Registros da civilização babilônica já indicavam a utilização de leveduras (os tais microrganismos) na produção de pães e cervejas cerca de 4.500 anos antes de Cristo. Hoje, as substâncias essenciais para a elaboração desses e de outros alimentos, a exemplo de queijos, iogurtes, vinhos e bolos, são sintetizadas industrialmente com ajuda de bactérias, leveduras, fungos, algas ou até mesmo alguns tipos de vírus. O conjunto destas técnicas melhoram o desenvolvimento...

Share

Novo estudo francês explora riscos de alimentos ultraprocessados

Um grande estudo francês encontrou pela primeira vez uma ligação entre o consumo de alimentos ultraprocessados ​​e um maior risco de morte, mas os pesquisadores alertaram que mais trabalho é necessário para determinar quais mecanismos estão em jogo. O estudo, que envolveu o monitoramento das dietas de dezenas de milhares de franceses entre 2009 e 2017, encontrou uma ligação modesta entre o aumento do consumo de alimentos ultraprocessados ​​- caracterizados como formulações prontas para consumo ou de calor - e um elevado risco de mortalidade. Durante o período. Os resultados foram publicados no JAMA Internal Medicine, publicado pela American Medical Association. Mas "não devemos ser alarmistas, ou dizer que comer uma refeição embalada lhe dá uma chance 15% maior de morrer", advertiu Mathilde Touvier, diretora da equipe de...

Share

Estatinas não reduzem colesterol ruim

Metade das pessoas que tomam estatinas não reduzem o colesterol ruim para o ideal Trinta milhões de pessoas no mundo usam medicamentos para baixar o colesterol ruim. Eles são chamados de estatinas e já estão há mais de 30 anos no mercado. Entretanto, um estudo do Instituto Nacional para a Saúde do Reino Unido, divulgado em abril deste ano, revelou que metade das pessoas que usam esses remédios não reduzem o colesterol ruim para o nível ideal. “A causa às vezes pode estar no médico que prescreveu uma dose muito baixa, que muitas vezes não orientou o paciente de forma correta, mas muitas vezes [a causa] está no paciente”, explica o cardiologista do HU-USP Márcio Bittencourt. Como o colesterol alto não traz sintomas, é mais difícil querer tomar o medicamento....

Share

Suplementos alimentares: eles são realmente importantes?

Algumas pessoas não conseguem substituir uma refeição por um suplemento. Mas, afinal, será que elas estão erradas? Os suplementos são melhores opções na hora de se alimentar de maneira saudável? Abrir mão de alimentos naturais para apostar em shakes ou cápsulas, por exemplo, pode trazer algum problema para a saúde?  Confira abaixo o que são suplementos, se eles ajudam no emagrecimento e quais os riscos de consumi-los com frequência. O que são? São produtos destinados a complementar a dieta normal tanto em calorias como também em proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas, minerais e fibras, dependendo das necessidades de cada pessoa. “Os suplementos podem ajudar atletas de alta performance, praticantes de atividade física e todas as pessoas que queiram complementar a sua dieta para ganho de peso e massa muscular ou...

Share

Omega-3 pode ajudar a proteger contra os efeitos cardiovasculares adversos da poluição

Um artigo publicado na edição de 30 de abril de 2019 do Journal of American College of Cardiology relatou um efeito protetor para a suplementação com ômega-3 contra alguns dos efeitos cardiovasculares nocivos da exposição à poluição do ar na China. "A poluição do ar particulado é o fator de risco ambiental mais importante que pode ser evitado globalmente, com estimativas recentes sugerindo mais de 8 milhões de mortes anualmente", escrevem Sanjay Rajagopalan, MD, e Robert D. Brook, MD, em um editorial de acompanhamento. “O estudo de Lin et al. nesta edição da revista é um dos primeiros a testar ômega-3 em um ambiente onde os níveis de poluição do ar ambiente são conhecidos por serem marcadamente elevados. ” O estudo randomizado e duplo-cego incluiu 65 estudantes...

Share

Vendas globais de alimentos orgânicos batem recorde, com US$ 105 bilhões

Pela primeira vez, as vendas globais de alimentos orgânicos e bebidas ultrapassaram a marca dos US$ 100 bilhões. Em 2018, alcançaram US$ 105 bilhões, conforme a Ecovia Intelligence, que divulgou hoje esses dados, com base no 4º Relatório Global Organic Food & Drink Market Trends & Outlook, de abril. Os principais mercados estão nos Estados Unidos e na Europa, com 90% do faturamento total. “Embora as vendas continuem concentradas neste bloco, em 2005 o domínio era bem maior, com 97% do total faturado”, informa em comunicado a Ecovia Intelligence, consultoria britânica que acompanha o setor de orgânicos e sustentabilidade desde 2001 – antes, seu nome era Organic Monitor. Os Estados Unidos detêm o maior mercado de alimentos orgânicos, com 45% das vendas globais. Alemanha, França, Itália...

Share

Spirulina e seus benefícios para os atletas

Atletas de alto desempenho são geralmente indivíduos saudáveis. No entanto, seus regimes extenuantes podem, na verdade, ter um efeito negativo sobre o sistema imunológico, resultando em um aumento da vulnerabilidade a infecções, como as do trato respiratório superior. Como a redução dos níveis de exercício não é uma opção para esses atletas, uma possibilidade para manter a imunidade pode estar no uso de suplementos Pensando nisso, um grupo de pesquisadores na Polônia investigou se a spirulina – um tipo de alga azul-verde que costuma crescer tanto em água doce quanto salgada –poderia ajudar o sistema imunológico de atletas de ponta. Dezenove membros da Equipe Nacional de Remo da Polônia do sexo masculino participaram do estudo que teve duração de seis e semanas foi realizado entre março...

Share