logo

Bem Vindos ao Nutrição e Desenvolvimento

Horário de Atendimento
Segunda - Sexta 09:00AM - 17:00PM
Sábado - Domingo FECHADO
NOSSA GALERIA

Seg - Sex 9.00 - 17.00 Sab - Dom FECHADO

55-11-3845-7267

R. Guarará, 529 - Cj. 58 - Jardim Paulista, São Paulo

Top

Qual a diferença entre vegano e vegetariano? Você sabe?

O crescimento de determinadas correntes tendências alimentares mostra a força das novas tendências em nutrição, focadas em saúde e qualidade de vida. Seja por uma nova visão, questionamentos internos ou preocupação com a vida animal e com a sustentabilidade no planeta, o número de vegetarianos dobrou em seis anos no Brasil. Cerca de 30 milhões de pessoas, ou seja, 14% da população se declararam vegetarianas de acordo com uma pesquisa do Ibope realizada em abril de 2018.

Em regiões metropolitanas como São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Recife o percentual sobe para 16%. Em relação a 2012, a estatística mostra um crescimento de 100%, quando a mesma pesquisa indicou que a proporção brasileira que se declarava vegetariana era de 8% nas regiões metropolitanas. Os números são ainda mais relevantes quando observamos a quantidade de pessoas que deixou de consumir produtos de origem animal, além da alimentação: já são 5 milhões de pessoas no Brasil.

Veganos e Vegetarianos

VEGANO E VEGETARIANO:
QUAL A DIFERENÇA?

Além das inovações no prato, o veganismo e o vegetarianismo também fazem parte de uma filosofia de vida. Tantas mudanças na gastronomia costumam despertar dúvidas como: qual a diferença entre vegano e vegetariano? Segundo a Sociedade Vegana, “veganismo é o modo de vida que busca eliminar toda e qualquer forma de exploração animal, não apenas na alimentação, mas também no vestuário, em testes, na composição de produtos diversos, no trabalho, no entretenimento e no comércio”.

Ou seja, os veganos são contra a caça e à pesca e a qualquer uso que se faça de animais, seja na indústria dos cosméticos ou em rituais religiosos. Portanto, os veganos são vegetarianos que excluem animais e derivados não apenas na sua dieta, mas também de todos os aspectos de suas vidas. Universal, a prática é um modo de vida fundamento no respeito aos direitos animais, sem crenças políticas ou culturais.

VEGETARIANISMO: O QUE É?

“Vegetarianismo é a corrente dietética que estipula a alimentação exclusivamente vegetal, com abstenção de todos os ‘ingredientes’ de origem animal, mesmo aqueles que não resultaram diretamente na morte do animal. Pessoas que consomem frango, peixes, ovos, leite, mel, gelatina, cochonilha ou outros produtos de origem animal não são genuinamente vegetarianas”, afirma a Sociedade Vegana. Ou seja, o vegetarianismoé um sistema de alimentação, que não implica necessariamente nos direitos dos animais – e que pode ser motivado por saúde, preferências pessoais, entre outros motivos.

Segundo a Sociedade Vegana, veganos são necessariamente vegetarianos, mas vegetarianos não são necessariamente veganos. Ou seja, a diferença costuma ser notada na motivação ideológica e no estilo de vida de cada um – nem sempre os vegetarianos boicotam os cosméticos testados em animais ou o uso de couro, por exemplo. Para exemplificar, entenda a diferença entre outras correntes:

Omnívoro: consome alimentos de origem vegetal e animal, incluindo peixes, carnes, aves, ovos, leite e outros produtos lácteos.

Lacto-ovo-vegetariano: consome predominantemente alimentos de origem vegetal, sendo o leite e outros produtos lácteos bem como ovos e os únicos alimentos de origem animal.

Vegetariano: consome alimentos apenas de origem vegetal.

Vegano: veganos são, primeiramente, vegetarianos, ou seja: veganos jamais consomem alimentos que contenham a carne de nenhum animal (inclusive aves, peixes e invertebrados), ovos, leite, gelatina, mel, cochonilha ou outros ingredientes derivados de animais.

De olho nesse nicho de mercado que só cresce no país e no mundo, cada vez mais produtos e suplementos, como proteínas vegetais, estão sendo oferecidos e desenvolvidos por empresas que se preocupam em atender esse público. Proteínas, vitaminas e minerais especializados, como a vitamina D3 vegana, são essenciais para suprir possíveis carências nutricionais dos adeptos de uma dieta vegana ou vegetariana com alimentação e suplementação.

Antes de iniciar uma dieta restritiva, é importante o acompanhamento com um nutricionista para suprir essas possíveis deficiências nutricionais.

Fonte: Essential Nutrition

Share

No Comments

Post a Comment