logo

Bem Vindos ao Nutrição e Desenvolvimento

Horário de Atendimento
Segunda - Sexta 09:00AM - 17:00PM
Sábado - Domingo FECHADO
NOSSA GALERIA

Seg - Sex 9.00 - 17.00 Sab - Dom FECHADO

55-11-3845-7267

R. Guarará, 529 - Cj. 58 - Jardim Paulista, São Paulo

Top

Você conhece a agricultura biodinâmica? Eu não conhecia

Fonte: Estadão texto Juliana Carrero

Há cerca de dez dias, fui passar um final de semana em um sítio desses que nos fazem esquecer de toda a loucura que estamos vivendo. Não tínhamos televisão, computador, celular nem acesso à internet. Ao mesmo tempo, estávamos ao lado de uma horta linda e muito farta, no entorno da casa, diversos temperos frescos à nossa disposição, como o manjericão, que virou um pesto para 10 pessoas, muito alecrim, que foi para o forno com abóbora e batata doce e shitakes colhidos na hora, que também foram para a nossa mesa, sem falar na quantidade ilimitada de pinhão, que pegávamos na hora. A horta nos deu rúcula, alface, escarola e beterraba, que viraram lindas e saborosas saladas. Para quem gosta de cozinhar é uma bela experiência. O sítio também abriga muitas oliveiras, transformadas em azeite lá mesmo. Descobri que toda essa produção foi feita por meio da agricultura biodinâmica e que eu não fazia ideia de tudo que está por trás deste termo.

O método foi criado por Rudolf Steiner, filósofo e educador austríaco, que também fundou a pedagogia Waldorf, que procura integrar o desenvolvimento físico, espiritual, intelectual e artístico dos alunos e a Antroposofia, chamada de ciência espiritual, que da mesma forma enxerga o ser humano como um ser completo, em conexão com o universo. A sua visão sobre a agricultura não é diferente, os meios de produção consideram, entre muitos outros fatores, o posicionamento da lua e do sol e a sua influência no cultivo, também são utilizados preparados homeopáticos nas plantações, feitos com  plantas medicinais, esterco e quartzo. Para saber mais sobre este tema, entrevistei o representante da Associação Biodinâmica, Pedro Jochelevich.

– O que é agricultura biodinâmica?

P.J

– O movimento biodinâmico originou-se de uma série de oito conferências ministradas por Rudolf Steiner em 1924, em Koberwitz, Alemanha (atualmente localizada na Polônia). A Agricultura Biodinâmica pretende desenvolver uma paisagem cultivada sadia, próspera e de produtividade permanente, onde a qualidade dos alimentos seja aprimorada a partir do cuidado com o solo. A propriedade agrícola é vista como “Organismo Agrícola”, um organismo espiritual comparável a um ser humano. Este está inserido harmoniosamente na paisagem local, considerando-se os seus princípios ecológicos, sociais, técnicos, culturais, econômicos e fenomenológicos. Procura-se a cura da terra, o bem estar do produtor, a produção de alimentos sadios para o consumidor, o desenvolvimento da espiritualidade do homem, através do desenvolvimento de forças existentes no mundo natural e a participação da humanidade nesse processo. A Agricultura Biodinâmica não é apenas uma atividade econômica e o agricultor biodinâmico preocupa-se em enriquecer os meios de produção para legá-los às futuras gerações.

– Quais são os métodos mais utilizados no Brasil no cultivo desses alimentos?

P.J

– O termo biodinâmica é a composição de duas palavras: biológico e dinâmico, biológico se refere a uma agricultura inerente à natureza, que impulsiona os ciclos vitais, seja através de adubação verde, consórcios e rotações de culturas, agrossilvicultura e integração das atividades animais e vegetais dentro da propriedade agrícola. Adubar significa vivificar a terra. O método não utiliza agrotóxicos nem adubos químicos. E dinâmico se refere ao conhecimento e a aplicação pelo produtor dos ritmos formativos e de crescimento da natureza, o que na prática agrícola ocorre através do uso dos preparados biodinâmicos, feitos a base de plantas medicinais, sílica e esterco e aplicado de forma homeopática e também pela observação dos ritmos astronômicos e pela estruturação da paisagem agrícola.

-Quais são as diferenças deste método e dos orgânicos?

P.J

-Todo produtor biodinâmico também é orgânico, mas não o contrário. Há algumas diferenças entre a produção biodinâmica e a produção certificada orgânica: o não uso de esterco de origem agroindustrial convencional pela biodinâmica; a não utilização de sementes tratadas; um sistema de produção mais independente de insumos externos; o uso dos preparados biodinâmicos e a valorização dos ritmos astronômicos no manejo agrícola.

-Quais são os seus canais de venda?

P.J

-As hortaliças e algumas frutas são vendidas em feiras de rua ou em cestas feitas sob encomenda e entregues em casa e produtos como o café e o arroz já podem ser encontrados em alguns supermercados.

-A produção e o número de produtores brasileiros tem crescido nos últimos anos? E a demanda pelos produtos?

P.J

– A demanda ainda é incipiente justamente por desconhecimento da qualidade biodinâmica por parte do consumidor. Estes produtos são conhecidos pela marca demeter, que atesta sua certificação biodinâmica.

Para saber mais sobre este tema, você pode acessar o site da Associação  www.biodinamica.org.br

Share

No Comments

Post a Comment