logo

Bem Vindos ao Nutrição e Desenvolvimento

Horário de Atendimento
Segunda - Sexta 09:00AM - 17:00PM
Sábado - Domingo FECHADO
NOSSA GALERIA

Seg - Sex 9.00 - 17.00 Sab - Dom FECHADO

55-11-3845-7267

R. Guarará, 529 - Cj. 58 - Jardim Paulista, São Paulo

Top

Quercetina x Agrotóxicos

Enquanto pesticidas matam pragas, eles também representam perigo para os seres humanos.

A exposição humana desprotegida tem sido associada ao câncer, complicações endócrinas, distúrbios respiratórios e falência de órgãos.

Mais preocupantes são os estudos que mostram que a exposição a pesticidas pode aumentar o risco de doenças neurodegenerativas.

Uma série de estudos, alguns publicados em 2016, indicam que a quercetina um flavonóide extraído de plantas pode inibir os efeitos nocivos dos pesticidas.

Os pesticidas são encontrados em nossos alimentos, ar e água. Produtos químicos nocivos são tão abundantes no nosso ambiente que muitas vezes podemos absorvê-los sem comer alimentos.

Com os avanços, muitos pesticidas já não são pulverizados nas culturas. Em vez disso, os pesticidas sistêmicos são misturados com fertilizantes e absorvidos pelas plantas através de seu sistema vascular. Isso torna impossível para os consumidores a lavagem resíduos de pesticidas, porque o agrotóxico está dentro das frutas e legumes que você come.

Enquanto todos são vulneráveis ​​aos perigos dos pesticidas, aqueles especialmente em risco incluem crianças, mulheres grávidas, doentes e idosos. A exposição a pesticidas pode resultar em condições que vão desde dificuldades de aprendizagem até a doença de Parkinson e câncer. Como muitos tipos diferentes de pesticidas são usados ​​pelos agricultores, a exposição pode sobrecarregar nossos esforços para permanecer saudável. Mesmo os produtos químicos diários do gramado levantam riscos e podem permanecer em nosso corpo por décadas.

A quercetina promete em estudos com animais proteger contra alguns dos perigos dos pesticidas. Até que os agricultores interrompam completamente seu uso, estamos sempre em risco. Mas estudos iniciais no laboratório mostram que a quercetina pode fornecer alguma medida de proteção celular.

Mas o que é a quercetina?

Quercetina é um flavonóide natural que possui propriedades farmacológicas, tais como Antiinflamatória, anticarcinogênica (pois atua no sistema imunológico), antiviral, influencia na inibição de cataratas em diabéticos, anti-histamínicas (antialérgicas), cardiovascular, entre outras atividades. A quercetina possui propriedades antioxidantes. Tem atividade cardiovascular, reduzindo o risco de morte por doenças das coronárias e diminuindo a incidência de enfarte do miocárdio.

Grandes concentrações são encontradas em maçãs, cebolas, chá, brócolis e vinho tinto.

É extraída das plantas com muita facilidade, pois encontra-se em grande quantidade, proporcionando, consequentemente, a diminuição dos custos de extração.

Fonte Lef e Wikipedia

Share

No Comments

Post a Comment