logo

Bem Vindos ao Nutrição e Desenvolvimento

Horário de Atendimento
Segunda - Sexta 09:00AM - 17:00PM
Sábado - Domingo FECHADO
NOSSA GALERIA

Seg - Sex 9.00 - 17.00 Sab - Dom FECHADO

55-11-3845-7267

R. Guarará, 529 - Cj. 58 - Jardim Paulista, São Paulo

Top

Dr. Bactéria ensina a manter a cozinha limpa e saudável

Fonte: Zero Hora GELADEIRA A maçaneta é um dos locais mais tocados pelos moradores da casa – e um dos mais sujos. Para evitar que as bactérias se multipliquem, a dica é preparar uma solução de limpeza: misture duas colheres de sopa de água sanitária em um litro de água. Além da maçaneta, é indicado higienizar também os azulejos e o piso da cozinha. LOUÇA Acumular água na pia para lavar a louça, com o objetivo de economizar água, está totalmente errado. Não se poupa nessa hora. A limpeza deve ser feita sempre em água corrente. Se quiser poupar, não aplique o detergente direto na esponja, mas faça uma solução de oito gotas por litro de água e derrame na esponja. Outra dica é ensaboar todos os utensílios para, só...

Share

#mealforameal

Fonte: Panelinha A gente sabe que os leitores que acompanham o site Panelinha adoram comida. E adoram fotografar suas criações! E não somos só nós. Os australianos, por exemplo – 7 em cada dez postam fotos de comidas nas redes sociais. Quem acompanha no Instagram a @marciadaskal já percebeu que ela usa a tag #mealforameal nas fotos de comida. Sabe por quê? Acrescentando a hashtag #mealforameal nas fotos de comida postadas no Facebook, Instagram ou Twitter, você troca uma foto por comida de verdade para quem precisa. A campanha é promovida pela ONG australiana OzHarvest, com patrocínio da Virgin Mobile Australia’s e merece – muito – ser copiada por aqui. Enquanto isso não acontece, pelo menos a gente pode ajudar os autralianos carentes a ter uma refeição. O objetivo deles é atingir 400.000...

Share

A suplementação de cálcio pode aumentar em 9 anos a longevidade

Fonte: LEF Os resultados de um estudo que analisou a associação entre a ingestão de cálcio e doença cardiovascular subclínica em diabéticos não só não conseguiram encontrar um efeito adverso para o cálcio em qualquer medida de placa calcificada , mas também revelou uma redução modesta na mortalidade por qualquer causa durante um período médio de 9,4 anos em mulheres que suplementadas com o mineral. O estudo, descrito on-line em 06 de agosto de 2014 no American Journal of Clinical Nutrition incluiu 720 participantes do Estudo do Coração Diabetes recrutados entre 1998 e 2005 questionários aplicados no momento da inscrição fornecido informações a respeito de cálcio e vitamina D a partir da dieta e suplementos. Placa aterosclerótica calcificada nas artérias coronárias e carótidas e aorta abdominal foi...

Share

10 dicas para uma vida mais saudável

Fonte: Hospital Albert Einstein 1 - Evite refrigerantes e atenção aos sucos prontos. O consumo de refrigerantes normais está relacionado a diabetes e obesidade, enquanto o de não adoçados (como light, diet e zero) causa piora do funcionamento dos rins. Já a frutose proveniente das frutas e que adoça os sucos prontos, quando consumida em excesso pode provocar aumento da pressão arterial. 2 - Distribua melhor as refeições ao longo do dia. Tente se alimentar a cada três horas para evitar redução do metabolismo e sobrecarga em determinadas refeições (principalmente à noite). Além disso, evite que o corpo entre na chamada "reserva de energia", que é quando o organismo entende que, pelo jejum prolongado, precisa armazenar calorias, dificultando a perda de peso. 3 - Aumente o consumo de...

Share

Benefícios CoQ10 comprovada em pacientes com insuficiência cardíaca

Suas mitocôndrias bomba de fora um fornecimento estável de energia derivada do alimento que você fornecer-lhes. Como qualquer máquina bem afinada, no entanto, eles precisam de ajuda manter a eficiência e desempenho de nível superior. CoQ10 é a principal molécula que seu corpo necessita para manter a produção de energia mitocondrial, ou bioenergética, funcionando perfeitamente. Quando os níveis de CoQ10 estão baixos as células começam a queimar combustível de forma ineficiente, eventualmente, podem produzir danos oxidativos e, finalmente, perder a sua função. Deficiência de CoQ10 e o colapso bioenergético resultante é a causa subjacente da insuficiência cardíaca, uma das maiores causas de morte e incapacidade em americanos atualmente. Estudos mostram que a suplementação de CoQ10 em 300 mg / dia não só restaura os níveis de CoQ10...

Share

Alimentação influencia relógio biológico, diz estudo japonês

Fonte: Folha Além de prover nutrientes, água e energia para os seres vivos, a alimentação também atua na regulação do ritmo biológico dos organismos, concluiu um estudo realizado no Japão, a ser publicado na edição deste mês da revista científica norte-americana "Cell". A pesquisa sugere estratégias alimentares para tratar distúrbios do sono e da vigília e para ajudar a prevenir e atenuar o chamado "jet lag", caracterizado por fadigas de viagens e outras disfunções provocadas por mudanças de fusos horários, de acordo com o neurologista Ademir Baptista da Silva, professor da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo). Os chamados ciclo circadianos (do latim "circa diem", cerca de um dia) têm duração de aproximadamente 24 horas em grande parte dos seres vivos e são regulados pelo sistema nervoso central....

Share

Série: Os melhores alimentos para cada vitamina e mineral – Lisina

Fonte: Health Por que você precisa: Lisina, também conhecido como L-lisina, é um aminoácido que ajuda o corpo a absorver o cálcio e colágeno forma para ossos e do tecido conjuntivo. Também desempenha um papel na produção de carnitina, um nutriente que ajuda a regular o colesterol. Onde obtê-lo: alimentos de origem animal ricos em proteínas, especialmente carne vermelha, são boas fontes de lisina, assim como nozes, legumes e soja - Série: Os melhores alimentos para cada vitamina e mineral – Licopeno - Série: Os melhores alimentos para cada vitamina e mineral – Vitaminina K  - Série: Os melhores alimentos para cada vitamina e mineral – Ferro - Série: Os melhores alimentos para cada vitamina e mineral – Folato - Série: Os melhores alimentos para cada vitamina e mineral – Vitamina E - Série: Os melhores alimentos para cada vitamina e...

Share

Pesquisa: 9,2% dos produtos têm teor de sódio diferente das embalagens

Fonte: Veja Dos 291 alimentos avaliados pelo Instituto de Defesa do Consumidor, 27 apresentaram quantidade do nutriente superior ou inferior à informada no rótulo Pesquisa inédita feita pelo Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) mostrou que 9,2% dos produtos alimentícios enviados para análise apresentaram uma variação de sódio diferente do que é informado no rótulo. Todos os produtos integram o acordo voluntário firmado entre Ministério da Saúde e indústria alimentícia para redução dos teores do nutriente. Os resultados demonstram tanto variação para mais quanto para menos. Entre março e abril, foram enviados para análise 291 produtos de 90 marcas. Do total, 27 apresentaram valores diferentes do informado na embalagem — dez tiveram variação do nutriente superior aos 20% permitidos pela legislação brasileira; e em 17, a concentração identificada...

Share

10 perguntas sobre o glúten e 10 respostas sérias da ciência

Fonte: Revista Saúde Ele ganhou os holofotes: famosas cortaram a proteína da dieta, revistas dedicaram grandes matérias ao tema, especialistas lançaram livros condenando o ingrediente. Mas afinal, o que há de verdade em toda essa história de que glúten faria engordar? 1. O que é o glúten? Ele é uma proteína presente naturalmente em muitos cereais, como o trigo, o centeio, a aveia e a cevada. Ou seja, não é uma invenção da indústria moderna, por exemplo, como foi o caso da gordura trans, só para fazer uma comparação. O glúten confere elasticidade na receita de diversos alimentos, caso típico do pão: ao sovar a massa, o padeiro cria as redes de glúten, estruturas capazes de aprisionar o gás carbônico expelido pelas leveduras do fermento. Assim, o pãozinho...

Share

Treino de maratona protege o coração

Fonte: Revista Saúde A maratona é apenas a reta final de um longo percurso de condicionamento físico. Com isso em mente, pesquisadores do Hospital Geral de Massachusetts, nos Estados Unidos, resolveram verificar o impacto de 18 semanas de treinamentos específicos para essa prova em 45 homens. E veja só que boa notícia: os resultados indicam que as taxas de colesterol dos voluntários baixaram 4% e as de triglicérides, 15%. Fora isso, o coração deles ficou mais vigoroso. "Contudo, temos que ressaltar que esses participantes já estavam em boa forma antes de iniciarem os treinos", pondera Marcelo Paiva, cardiologista do Hospital 9 de Julho, em São Paulo. "Pessoas que estão começando a correr devem antes se focar em competições mais curtas, como as de 5 quilômetros", sugere. Aos poucos,...

Share