logo

Bem Vindos ao Nutrição e Desenvolvimento

Horário de Atendimento
Segunda - Sexta 09:00AM - 17:00PM
Sábado - Domingo FECHADO
NOSSA GALERIA

Seg - Sex 9.00 - 17.00 Sab - Dom FECHADO

55-11-3845-7267

R. Guarará, 529 - Cj. 58 - Jardim Paulista, São Paulo

Top

Vai viajar e fazer uma corrida? | Separamos algumas dicas importantes

Viajar para realizar uma prova não é tarefa fácil, existem inúmeras questões logísticas como equipamento, fuso horário e principalmente alimentação. Separamos algumas dicas para facilitar a sua próxima viagem. Se for de carro.. As escolhas alimentares na estrada são muitas vezes limitadas, postos de gasolina e restaurantes fast-food todos pobres em nutrientes. Embalar seus próprios lanches saudáveis ​​/ refeições com antecedência vai evitar que você dependa de uma parada na estrada para que você possa ficar alimentado. Planeje um piquenique em uma parada de descanso e use seu tempo lá fora para caminhar e se esticar. Mantenha lanches como nuts e frutas sempre a mão. Não se esqueça de levar bastante água para se manter hidratado. Um cooler manterá a comida fria e reduzirá o risco de...

Share

Maus hábitos alimentares podem levar ao câncer

Enriqueça sua dieta com chá verde, curcumina, romã e brócolis - ricos em polifenol - para manter os cânceres afastados, disse um nutricionista, alertando que os hábitos alimentares pouco saudáveis ​​levam ao a doença. "A chave pode estar nos alimentos que ingerimos e em suas propriedades antioxidantes, especialmente em relação aos polifenóis", disse à EFE a chefe de nutrição clínica do Hospital Geral do México, Vanessa Fuchs. "Está cientificamente provado que alimentos ricos em polifenóis têm efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios, que levam a menos neurodegeneração, envelhecimento mais lento, anti-carcinogênese, entre outros benefícios", disse ela. Ela disse que é por isso que uma dieta pobre em polifenol está relacionada a um risco maior de câncer, incluindo câncer de mama, câncer de pâncreas, ovário, pele, próstata, intestino e esôfago. "O chá...

Share

Melhore suas fontes de colesterol e não tenha medo dele

Texto: Juliana Carreiro , em Comida de Verdade, Estadão Há muitos mitos em torno da alimentação que se mantêm intactos com o passar do tempo, sendo transmitidos de uma geração para outra. O medo do colesterol é um deles. No post de hoje pretendo desfazer a imagem negativa desse nutriente que é essencial para a nossa saúde. O organismo produz 70% do nosso colesterol e, assim como ocorre com todos os outros nutrientes, tanto a sua falta quanto o seu excesso podem atrapalhar o funcionamento do organismo. A natureza é sábia, portanto, se não nos fosse fundamental, o colesterol não precisaria ser produzido. Suas funções são bastante variadas: é a principal matéria prima para a formação dos hormônios sexuais; é necessário para construir e manter as membranas...

Share

O que eu como afeta minha saúde comportamental?

Essa é uma questão interessante e que está sendo discutida e pesquisada. Sabemos sobre a conexão mente / corpo há milhares de anos, mas não se fez muita pesquisa sobre a conexão nutrição / saúde comportamental. Eu gosto de pensar no velho ditado de entrada de dados "lixo igual a lixo" quando se trata de como nós nutrimos nossos corpos. O que comemos importa quando se trata de nossa saúde mental. Se colocarmos consistentemente alimentos com menor qualidade nutricional em nossa boca, não teremos um bem-estar saudável. Nosso cérebro está sempre "ligado". Desde o momento em que acordamos até chegarmos ao sono, nosso cérebro está funcionando e precisa ser adequadamente treinado para ter o melhor desempenho possível. Portanto, o horário das refeições é importante para evitar...

Share

Dicas para uma dieta saudável

Bebês e crianças pequenas Do nascimento até os 6 meses de idade, alimente os bebês exclusivamente com leite materno (ou seja, não lhes dê nenhum outro alimento ou bebida). Aos 6 meses de idade, introduza uma variedade de alimentos seguros e nutritivos para complementar a amamentação, e continue a amamentar até os bebês completarem 2 anos de idade ou mais. Não adicione sal ou açúcar aos alimentos para bebês e crianças pequenas. Por quê? Por si só, o leite materno fornece todos os nutrientes e líquidos que os bebês precisam para os primeiros 6 meses de crescimento e desenvolvimento saudáveis. Bebês exclusivamente amamentados têm melhor resistência contra doenças comuns na infância, como diarréia, infecções respiratórias e infecções de ouvido. Mais tarde na vida, aqueles que foram amamentados quando bebês são...

Share

Because I’m happy…

Se você perguntar as pessoas na melhor idade o que torna a vida delas com melhor qualidade de vida, elas podem ecoar o refrão de uma música popular de Pharrell Williams e dizer que é porque estão felizes, de acordo com um relatório publicado em 27 de agosto de 2018 na Geriatria britânica. Revista da sociedade Age and Aging. O estudo atual incluiu 4.478 residentes de Cingapura com 60 anos ou mais que se inscreveram em uma pesquisa. Os participantes foram questionados sobre a frequência com que se sentiram felizes na semana anterior, aproveitaram a vida e esperançosos em relação ao futuro. As respostas a essas questões foram usadas para gerar um escore de felicidade e uma variável de felicidade binária que caracterizaram os sujeitos como...

Share

Startup promete diminuir custo de saúde e aumentar produtividade de colaboradores

A NDVida promete engajar os colaboradores e melhorar a produtividade através de plataforma de bem-estar e saúde Um dos maiores custos que as empresas têm hoje com seus funcionários é com o suporte à saúde. Ao mesmo tempo, é imprescindível que os colaboradores estejam bem mental e fisicamente para desempenharem um bom trabalho. Com o objetivo de diminuir o custo com saúde para as empresas e ainda aumentar a produtividade dos colaboradores, o gestor de empresas Claudio Gusela criou a startup NDVida, que descreve como uma plataforma de inteligência e bem-estar. A startup, que opera comercialmente há um ano, analisa individualmente cada colaborador que utiliza a plataforma e realiza um treinamento diário com técnicas motivacionais e de gamificação. Todos os usuários da plataforma possuem metas a serem...

Share

Colágeno para as articulações: Alívio da dor e redução da inflamação

Cerca de 230 articulações são usadas diariamente para executar nossas tarefas cotidianas. Tão importantes quanto os ossos e músculos, elas que nos dão sustentação e permitem nossos movimentos. As articulações são formadas por cartilagem, líquido sinovial e uma cápsula articular que protege e reveste toda essa estrutura. A cartilagem presente na extremidade do osso é constituída por aproximadamente 60% de colágeno tipo II e funciona como um amortecedor que evita o contato e atrito entre os ossos. O líquido sinovial, inserido dentro da cápsula articular, atua como um lubrificante para toda essa engrenagem funcionar. Por razões multifatoriais como inflamação crônica, fraqueza muscular, envelhecimento natural, exercícios de impacto, sobrepeso ou obesidade, nossas articulações desgastam-se podendo gerar um processo de inflamação e dor. A degeneração ou desgaste da articulação...

Share

Comer laticínios todos os dias pode reduzir risco de doença cardíaca, de acordo com estudo

De acordo com o estudo, três porções de laticínios por dia podem ser: um copo de leite, uma xícara de iogurte e uma fatia de 15 gramas de queijo ou uma colher de chá de manteiga. “Nossas descobertas sustentam que o consumo de produtos lácteos pode ser benéfico para evitar a mortalidade e doenças cardiovasculares, especialmente em países de baixa renda”, afirma Mahshid Dehghan, autor da pesquisa. O consumo de laticínios foi maior na América do Norte e Europa, com mais de quatro porções por dia, e menor no sul e sudeste da Ásia e países africanos, com menos de uma porção diária. Os pesquisadores que conduziram o estudo concluíram que o consumo de produtos lácteos não deve ser desencorajado em países de baixa renda e renda...

Share

As abelhas estão sumindo! Saiba o que você pode fazer para evitar este colapso

Dois terços dos alimentos que nós ingerimos são cultivados com a ajuda das abelhas. Na busca de pólen, sua refeição, esses insetos polinizam plantações de frutas, legumes e grãos. Em tempos em que a escassez mundial de comida é pauta das autoridades no assunto – como a recomendação da ONU para consumir mais insetos – a perspectiva de ficar sem a ajuda desses seres no abastecimento alimentar seria alarmante. E é o que está acontecendo. Em 2006, apicultores nos Estados Unidos começaram a notar que suas colônias de abelhas estavam desaparecendo. Cientistas investigaram e comprovaram o fenômeno, que foi batizado de colony collapse disorder (síndrome do colapso da colônia, CCD). Sete anos depois, o sumiço continua: no inverno de 2017 para 2018, dado mais recente, 41%...

Share