logo

Bem Vindos ao Nutrição e Desenvolvimento

Horário de Atendimento
Segunda - Sexta 09:00AM - 17:00PM
Sábado - Domingo FECHADO
NOSSA GALERIA

Seg - Sex 9.00 - 17.00 Sab - Dom FECHADO

55-11-3845-7267

R. Guarará, 529 - Cj. 58 - Jardim Paulista, São Paulo

Top

FODMAP Intolerância (má absorção de frutose) – Saiba o que comer

Fonte: The Paleo Mom Um dos muitos desafios que as pessoas enfrentam quando adotar uma dieta paleo é lidar com o fator de confusão de sensibilidades alimentares adicionais. Às vezes, estas sensibilidades são conhecidas (talvez você tivesse feito o teste de alergia em algum ponto ou reagir tão violentamente a certos alimentos que se tratava de um acéfalo). Às vezes, estas sensibilidades são desconhecidas e torná-lo frustrante quando não sentir as melhorias imediatas para a nossa saúde elogiado por muitos entusiastas paleo. Uma tal sensibilidade é FODMAP-intolerância (também referida como má absorção de frutose). Este não é um alimento de sensibilidade no sentido de que haja qualquer tipo de reacção imune a estes alimentos. Em vez disso, é o caso de uma pessoa que não consegue...

Share

Longevidade: Ter um propósito aumenta a expectativa de vida, diz estudo

Fonte: Estadão Os benefícios de uma alimentação saudável e dos exercícios físicos no aumento da expectativa de vida são inequívocos e já foram temas de diversos estudos. O que os cientistas buscam, agora, são provas igualmente contundentes sobre o impacto das características psicológicas e dos traços de personalidade de cada um nesse cálculo. Uma das primeiras pesquisas consistentes sobre a relação entre a maneira de encarar a vida e a longevidade foi publicada na semana passada no prestigiosos The Lancet. Pesquisadores da Universidade de Princeton e da Universidade College de Londres chegaram à conclusão de que pessoas que têm um ou mais propósitos na vida – não importa se é a família, a carreira, estudos ou filantropia –, apresentam 30% menos chances de morrer do que as que se...

Share

Nutrição pode revolucionar a saúde

Fonte: Rede Notícia Decifrar o Código genético individual passará a ser uma rotina crucial no tratamento e prevenção de doenças. Informações acerca dos aspectos genéticos e o conhecimento da comunicação entre os genes e os compostos dos alimentos, como os nutrientes e os compostos biotativos, será a chave da qualidade de vida. Todas estas informações fazem parte da nutrigenômica e nutrigenética, que estudam o efeito da interação entre dieta e doença, baseado na variação genética ou na identificação dos genes responsáveis. Ambas, embora pareçam semelhantes, fazem isto por ângulos diferentes. A primeira investiga como os nutrientes influenciam o funcionamento dos genes. A segunda estuda como esses mesmos genes podem afetar a forma pela qual o corpo aproveita a comida. “Com estes estudos será possível identificar o efeito da dieta...

Share

Exercícios pode mudar o seu DNA, sabia?

Fonte: Karolinska Institute Em um novo estudo na Cell Metabolism, os pesquisadores do Karolinska Institutet mostram que quando homens e mulheres saudáveis, mas inativos são estimulados para se exercitar o DNA de ambos sofre mudanças em minutos. O código genético subjacente permanece o mesmo. No entanto, as moléculas de DNA dentro das células musculares se quimicamente e estruturalmente alteradas de maneiras muito particulares, por ganhando ou perdendo marcas de grupos metil em certas sequências de DNA familiares. Essas modificações epigenética chamados para o ADN, em locais precisos, parecem ser uma parte importante dos benefícios fisiológicos do exercício. "Nossos músculos são realmente de plástico", diz Juleen Zierath, Professor de Clínica Fisiologia Integrativa no Departamento de Medicina Molecular e Cirurgia. "Costumamos dizer" Você é o que você come. " Bem,...

Share

Qual o melhor chá para tomar depois do almoço?

Chás de hortelã, gengibre, boldo, carqueja, louro e maracujá são indicados para após almoço porque possuem funções digestivas. Chá de Hortelã: Auxilio no emagrecimento  Auxilio no tratamento de tosses e resfriados  Possui propriedades que ajudam a combater vírus e bactérias  Alivio de dores musculares  Fonte de vitaminas do complexo B  Ajuda na digestão  Auxilia no tratamento de diarreias, cólicas e dores estomacais  Melhora o hálito  Combate dores de garganta O chá de hortelã é uma das bebidas mais nutritivas, entre todos os chás medicinais. O hortelã, além de ser saudável e seguro, tem o aroma e o gosto muito agradáveis. Com o nome científico Mentha piperita L., o hortelã pode ser consumido em forma de chás, de inalações, sucos e como tempero na preparação de refeições.   Chá de Gengibre: A infusão de pedaços frescos de gengibre é utilizada no tratamento de gripes,...

Share

Ciclo circadiano e microbiota

Muitos organismos vivos têm ritmo circadiano, processo biológico  que oscila em um padrão seguindo de um ciclo de aproximadamente 24 horas. Nos seres humanos, os pesquisadores observaram a expressão rítmica de genes do relógio biológico, resultando em alterações moleculares em vários tecidos do corpo. Fonte: Lifestyle Summit Além disso a regulação de processos fisiológicos, relógio circadiano do hospedeiro parece afectar a microbiota intestinal em uma escala de tempo diário. Estudos anteriores indicaram que a interrupção do relógio circadiano, seja por meio de restrição dietética ou deslocamento de fase (em condições que simulam o jet-lag), gera as mudanças na distribuição temporal das bactérias intestinais. Ainda não se sabe quais os sinais  conduzem essas mudanças na microbiota intestinal. Um novo estudo publicado na PLoS ONE, liderada pelo Dr. Vincent Cassone,...

Share

Alergias e intolerâncias alimentares no adulto

Fonte: Lifestyle Summit Conquanto as alergias e intolerâncias alimentares sejam mais prevalentes na infância, tem sido discutido o impacto de tais desordens no público adulto, pois elas podem comprometer a qualidade de vida do indivíduo, bem como seu convívio social.Sabe-se que as reações alérgicas aos alimentos podem variar em apresentação clínica, gravidade e fatores etiológicos subjacentes. Estima-se que a prevalência das alergias alimentares mediadas por IgE em adultos é de aproximadamente 1-2%.Ao longo da vida, uma pessoa consome em média de 2-3 toneladas de alimentos diferentes, assim, levando em conta essa diversidade de produtos que é apresentada ao sistema gastrointestinal, sob certas circunstâncias, pelo menos uma carga desse material pode vir a produzir uma reação adversa na vida adulta. Ademais, com a industrialização, tem aumentado o...

Share

Como voltar à rotina alimentar depois das festas de Fim de Ano

O ano começou e junto com ele vieram alguns resquícios dos excessos de comida do Natal e Ano Novo? Pois bem, vamos por partes: Primeiro temos que ter a consciência de que toda a rabanada, doces, bebidas alcoólicas e etc que foi consumido nesse período não irão embora de um dia para o outro. Em segundo lugar, dietas radicais como passar o dia ingerindo só líquidos não resolverá o problema, pelo contrário, as chances de não durar muito tempo serão grandes e depois detodo esse sacrifício seu corpo pedirá uma compensação por todo esse súbito momento de restrição e você sentirá muita fome, principalmente de carboidratos e alimentos gordurosos! Então, a seguir vão algumas dicas de como recuperar seu corpo sem sacrifícios: - Se você ainda não tem o...

Share

Feliz Ano Novo

Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim. Chico Xavier...

Share

Alimentação industrializada pode estar nos deixando loucos

Fonte: LEF Comer alimentos processados ​​com pouco valor nutritivo pode estar nos fazendo loucos, assim como doentes, mostra nova pesquisa. A psicóloga da Universidade de Canterbury, Julia Rucklidge, diz que a diminuição do valor nutricional de nossos alimentos pode estar contribuindo para uma "epidemia" de doença mental, com um em cada oito adultos NZ agora em antidepressivos. A pesquisa mostrou que comer mais alimentos frescos consistentes com uma dieta de estilo mediterrânico e comer menos alimentos ocidentais, poderia inverter as taxas em espiral de condições como déficit de atenção / hiperatividade (TDAH), ansiedade e depressão. Há onze anos, quando Rucklidge começou a usar vitaminas e minerais para tratar doenças mentais, ela diz que as pessoas estavam "completamente desinteressadas". "Muitos não acreditavam que houvesse a possibilidade de que a nutrição pudesse...

Share