logo

Bem Vindos ao Nutrição e Desenvolvimento

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Horário de Atendimento
Segunda - Sexta 09:00AM - 17:00PM
Sábado - Domingo FECHADO
NOSSA GALERIA

Seg - Sex 9.00 - 17.00 Sab - Dom FECHADO

55-11-3845-7267

R. Guarará, 529 - Cj. 58 - Jardim Paulista, São Paulo

Top
q

Dica de seminário gratuito :: Broken Brain Epidemic

E se você pudesse analisar questões cerebrais como ansiedade e depressão, demência, TDAH ou qualquer condição mental ou neurológica, sabendo que você teria a melhor informação do mundo ao alcance de sua mão? O documentário Broken Brain, a partir de 17 de janeiro, às 6 da tarde, convida você a uma nova conversa sobre a epidemia que afeta 1,1 mil milhões de pessoas. Segundo o autor Dr. Mark Hyman há esperança sobre essa epidemia. Em todos os 8 episódios, ele reuni os líderes em saúde para compartilhar suas informações mais altas, mais recentes e de ponta na lista muito longa de doenças cerebrais que NÃO são problemas separados ...

Share

4 nutrientes que ajudam a prevenir fraturas por estresse

Evite fraturas por estresse, introduzindo esses nutrientes essenciais em sua dieta. Magnésio Este nutriente estimula a produção de calcitonina, um hormônio que preserva os ossos. Também ajuda seu corpo a processar vitamina D e cálcio. Boas fontes são amêndoas, bananas, abacates, feijões secos, lentilhas, nozes e grãos integrais. Vitamina K Necessário para a síntese de osteocalcina, que proporciona estrutura ao tecido ósseo, a vitamina K vem em duas formas. Boas fontes de K1 são vegetais de folhas verdes escuras, como couves, couve e espinafre. O K2 é produzido a partir de bactérias em alimentos fermentados, tais como queijo maduro e iogurte, e de bactérias no trato intestinal. Folacin Necessário para produzir glóbulos vermelhos saudáveis, a folacina (também conhecido como ácido fólico) pode ser encontrada em lentilhas, garbanzos, aspargos, suco de laranja,...

Share

8 dicas de nutrição para ajudá-lo a dar início à sua temporada de treinos de 2018

As férias acabaram, o novo ano está aqui, e a "baixa temporada" está chegando rapidamente ao fim. É hora de começar a pensar em como você vai alimentar para a próxima temporada - e estamos aqui para ajudar. 1. Concentre-se na qualidade geral da sua dieta De acordo com o autor da Racingweight, Matt Fitzgerald, a melhor maneira de reduzir sua ingestão de calorias sem comprometer seu treinamento é focar a qualidade do que você come em vez da quantidade. Calorias para calorias, alimentos como vegetais, frutas, nozes e sementes, grãos integrais, carnes magras e peixes, e os produtos lácteos oferecem maior saciedade e mais nutrição total do que alimentos de baixa qualidade. Assim, aumentando a qualidade geral da sua dieta, você reduzirá a ingestão de calorias...

Share

Cogumelos :: A melhor fonte de antioxidante ligados ao antienvelhecimento

É verdade que os cogumelos contêm muitos antioxidantes, incluindo glutationa e ergotonina. A glutationa ajuda a proteger e reparar células danificadas pela vida cotidiana, poluição e influências nocivas. Embora a deficiência possa levar a múltiplos problemas de saúde, não se sabe se suplementação pode ajudar as pessoas sem deficiência. Ergothioneine é encontrada em todo o corpo humano e em feijão preto e cogumelos. Embora a ergotonina tenha mostrado propriedades antioxidantes no laboratório, pouco se sabe do seu papel fisiológico em seres humanos. Os cogumelos contêm arginina, o que demonstrou inibir o crescimento de células tumorais e diminuir a taxa de metástase de câncer. Alguns cogumelos comestíveis também contêm ácidos graxos e lectinas que diminuem a inflamação e podem inibir o crescimento de tumores. Além disso, os fitoquímicos...

Share

Pequenas dicas para um 2018 mais saudável

Fonte: Vai Bem Alimentar-se com consciência melhora não só a saúde física, mas também a mental. Ajuda o corpo, mas também serve como processo de autoconhecimento. Algumas mudanças de hábito simples, e que podem compor uma rotina prazerosa, irão te ajudar a ter uma alimentação mais saudável em 2018. Listamos algumas dicas que vão te auxiliar na mudança dos hábitos de forma gradativa. Confira: Cozinhe Comece dedicando uma hora da semana a fazer sua própria refeição. Nada como aquelas receitas simples da internet para começar. O ato de cozinhar também ajuda a entender os ingredientes e os processos e, assim, começar a se alimentar com consciência. Comer bem começa com valorizar o que se come. E para isso é preciso entender de onde vem, como é feito e para onde...

Share

Feliz Natal!

Desejamos que seu Natal seja brilhante de alegria, iluminado de amor, paz e harmonia. Feliz Natal!!...

Share

Saiba ler rótulos de alimentos e como escolher os mais saudáveis

Fonte: Extra. Globo Na correria do dia a dia, quem já não se deixou levar pelas embalagens chamativas de alimentos que prometem uma vida saudável? Os rótulos de produtos industrializados podem seduzir mais até que o sabor. Pior, do que a composição. Se o consumidor não ficar atento, leva gato por lebre, gerando danos para a saúde e a silhueta. Produtos vendidos como “saudáveis” podem esconder conservantes, açúcares, gorduras...

Share

O PAPEL DOS ADITIVOS NA TOXICOLOGIA DOS ALIMENTOS

  Há 75.000 anos atrás, o homem utilizava o aquecimento para remover as toxinas de certos alimentos venenosos. Hoje, a indústria utiliza aditivos alimentares não somente para eliminar as toxinas dos alimentos, mas também para conservá-los, para manter o aroma ou para melhorar o seu sabor e sua aparência. A TOXICOLOGIA E OS ALIMENTOS Desde o início da evolução dos primeiros seres humanos, a busca por alimentos tem sido uma das principais atividades do homem. Um conceito importante na garantia de um ali- mento saudável é o dos “perigos”, que podem ser de origem biológica, química ou física. Entre os perigos de origem biológica estão os micro- organismos (protozoários, fungos, bactérias e vírus), as principais causas de contaminação de alimentos. Os alimentos possuem uma composição bastante complexa, ou...

Share

Pesquisadores criam tecnologia para evitar conservantes químicos nos alimentos

Uma tecnologia para conservar os alimentos sem recurso a tratamento térmico nem substâncias químicas foi desenvolvida por investigadores do Portugal com o intuito de gerar produtos mais seguros, mantendo a sua frescura e sabor. A finalidade desta tecnologia é "produzir de alimentos mais frescos e saudáveis, que sejam benignos tanto para a saúde como para o ambiente", disse à Lusa o investigador Norton Komora, da Escola Superior de Biotecnologia (ESB) da Universidade Católica, do Porto, uma das entidades responsáveis pelo projeto. Para além disso, com este projeto, pretende-se responder "às novas tendências biológicas e ao perfil cada vez mais 'conscious consumer' (consumidor consciente) a nível mundial", indicou. De acordo com o investigador, muitos dos alimentos processados são submetidos a tratamentos com altas temperaturas (alguns acima dos 70 graus...

Share

Ingestão de carboidratos e exercício baseado em resistência: as recomendações atuais refletem a necessidade real?

Pesquisas substanciais foram concluídas examinando o impacto da ingestão de carboidratos (CHO) no exercício de resistência, enquanto seu papel no desempenho do exercício baseado em resistência, a adaptação e a sinalização celular ainda não foram totalmente caracterizados. Esta lacuna empírica impediu a capacidade de estabelecer recomendações específicas de CHO para o exercício de resistência. Isso resulta em recomendações em grande parte decorrentes de achados baseados no exercício de resistência e / ou evidências anedóticas, apesar das demandas energéticas distintas e das respostas moleculares que medem a adaptação do exercício baseado em resistência e resistência. Além disso, o tópico de CHO e exercício tornou-se uma natureza polarizada com pontos de vista divergentes - alguns fundamentados, outros sem evidências. A literatura atual sugere uma ingestão diária de...

Share