logo

Bem Vindos ao Nutrição e Desenvolvimento

Horário de Atendimento
Segunda - Sexta 09:00AM - 17:00PM
Sábado - Domingo FECHADO
NOSSA GALERIA

Seg - Sex 9.00 - 17.00 Sab - Dom FECHADO

55-11-3845-7267

R. Guarará, 529 - Cj. 58 - Jardim Paulista, São Paulo

Top

Probióticos podem ajudar pacientes que sofrem de transtorno bipolar

Probióticos podem ajudar pacientes que sofrem de transtorno bipolar Os probióticos - muitas vezes considerados boas bactérias - podem atuar como um possível caminho para o tratamento de transtornos bipolares e outros transtornos do humor psiquiátrico. Atualmente, o tratamento padrão para transtorno bipolar, uma condição psiquiátrica caracterizada por mudanças drásticas de humor de depressão para mania, inclui uma combinação de psicoterapia e medicamentos prescritos, como estabilizadores do humor e antipsicóticos. No entanto, um novo estudo do Sistema de Saúde Sheppard Pratt de Baltimore descobriu que um suplemento probiótico pode reduzir a inflamação do intestino, que é conhecido por exacerbar o transtorno bipolar. Os organismos probióticos são bactérias não patogênicas que, quando presentes na flora intestinal, são conhecidas por melhorar a saúde geral do hospedeiro. A pesquisa demonstrou uma forte ligação...

Share

Amaranto: um grão sem glúten rico em proteínas e minerais

O amaranto é uma planta de folhas largas nativa da metade sul da América do Norte. É parte da família Amaranthaceae de plantas com flores, que também inclui a beterraba, acelga, espinafre e quinoa e é caracterizada pela sua velocidade rápida de crescimento e natureza competitiva. Na verdade, o amaranto é tão agressivo que muitos jardineiros americanos consideram como nada mais do que uma erva daninha nociva que não faz nada mais que ameaçar a sobrevivência das outras plantas menos invasivas. Isso é lamentável, uma vez que o amaranto é na verdade altamente nutritivo. Suas sementes tipo grãos eram uma importante fonte de nutrientes essenciais para os índios americanos e continuam a ser um alimento popular no México e na América do Sul. Este artigo lança...

Share

Conheça a ferramenta Biodiversidade & Nutrição

A ferramenta Biodiversidade & Nutrição, desenvolvida pelo projeto BFN/MMA (Biodiversidade para Alimentação e Nutrição), em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e que faz parte da plataforma SiBBr (Sistema de Informação sobre a Biodiversidade Brasileira), já está no ar. Nela é possível consultar informações sobre a composição de alimentos de espécies da flora brasileira, além de receitas culinárias. Até o momento, já estão disponíveis informações sobre mais de 150 alimentos, obtidas por compilação da literatura científica e, até julho de 2018, serão inseridos gradualmente dados de macronutrientes, vitaminas e minerais de mais de 70 espécies nativas, gerados por análises laboratoriais, e mais de 300 receitas culinárias. Todos os dados e receitas foram desenvolvidos pelas universidades e institutos de pesquisa parceiros do BFN. Para...

Share

Má nutrição durante a gravidez pode avançar na menopausa

Embora seja sabido que a nutrição inadequada durante o desenvolvimento fetal pode causar diabetes e doenças cardíacas, um novo estudo adverte que também pode levar à menopausa precoce em idade inferior a 45 anos. A desnutrição pré-natal também foi associada a um maior risco de falência ovariana prematura. A menopausa natural é um marco do envelhecimento ovariano que resulta no fim dos anos reprodutivos de uma mulher. Por outro lado, uma menopausa precoce está associada ao aumento do risco de doença cardíaca, osteoporose, depressão e alterações de memória e alterações na saúde vaginal e sexual, de acordo com pesquisadores. "As descobertas mostraram que a privação de alimentos durante a vida fetal precoce afeta por quanto tempo os ovários futuros funcionam", disse Joann Pinkerton, diretora executiva da North American Menopause...

Share

Redução de açúcar não fará com que os ultraprocessados fiquem saudáveis

Texto: Juliana Carrero, Comida de Verdade, Estadão Os males provocados pelo consumo excessivo de açúcar entre os brasileiros motivaram a assinatura de um acordo voluntário entre o Ministério da Saúde e a indústria de alimentos, que deve reduzir os percentuais de açúcar na formulação de alguns ultraprocessados até 2022. Mas será que as quantidades reduzidas serão suficientes para que os produtos fiquem mais saudáveis? Será que essa é a melhor forma de lidar com o problema? Para o Idec, Instituto de Defesa do Consumidor, não. O primeiro questionamento do órgão refere-se às quantidades de açúcar que deverão ser reduzidas. As metas foram calculadas de acordo com o teor máximo de açúcar permitido em cada categoria de alimento. Isso quer dizer que haverá uma redução nos valores excessivos...

Share

Curcumina pode melhorar a tolerância ao exercício em pacientes com insuficiência cardíaca

Em um artigo publicado em 21 de novembro de 2018 no Journal of Applied Physiology, pesquisadores da University of Nebraska Medical Center relataram o resultado de um estudo que sugere que a curcumina, um composto que ocorre no açafrão, poderia ajudar pacientes com insuficiência cardíaca com intolerância ao exercício. "Nós hipotetizamos que a redução da expressão do fator 2 relacionado ao fator nuclear E2 (Nrf2) no músculo esquelético contribui para o desempenho prejudicado no exercício", explica Ahmed M. Wafi e colegas. "Nós hipotetizamos ainda que a curcumina, um ativador da Nrf2, preservaria ou aumentaria a capacidade de exercício na insuficiência cardíaca". “Embora a curcumina tenha sido avaliada em vários ensaios clínicos para múltiplas doenças, seu potencial terapêutico na disfunção do músculo esquelético na insuficiência cardíaca com redução...

Share

10 VITAMINAS E MINEIRAIS E SUAS FUNÇÕES NO DESENVOLVIMENTO INFANTIL

A infância é uma fase onde geralmente as crianças tem uma baixa ingestão de bons nutrientes, seja porque não aceitam diversas texturas e sabores dos alimentos naturais ricos em vitaminas e minerais, ou seja porque a hora de brincar é sempre tão gostosa que sentar à mesa para realizar a refeição parece uma tortura. A ingestão de alimentos ricos em micronutrientes (vitaminas e minerais) é imprescindível para o desenvolvimento físico, psíquico e imunológico da criança. No corpo, esses elementos não agem isoladamente e precisam estar em doses equilibradas para se complementarem e exercerem seus efeitos. ZINCO O zinco está presente em mais de 300 reações químicas dentro do nosso corpo, logo, é possível imaginar a importância de manter bons níveis séricos de zinco. Entre os inúmeros processos...

Share

Mente e corpo: o que você come pode afetar sua saúde mental

O cérebro é o centro de controle do corpo que trabalha dia e noite. Como resultado, requer combustível para continuar funcionando. Ao comer alimentos de melhor qualidade - contendo muitas vitaminas, minerais e antioxidantes - seu cérebro pode se proteger melhor do estresse oxidativo ou dos resíduos produzidos pelo seu metabolismo. Por outro lado, comer muitos alimentos processados ​​ou refinados pode deslocar outros nutrientes e prejudicar seu cérebro. Alimentos com alto teor de açúcar, alto teor de gordura e alto teor de sal causam inflamação. Por exemplo, comer muito açúcar e carboidratos refinados piora a regulação da insulina em seu corpo. Múltiplos estudos encontraram uma ligação entre uma dieta rica em açúcares refinados e função cerebral prejudicada. Isso incluiu um agravamento dos transtornos de humor, como depressão. Aqui...

Share

Idec lança e-book com 10 mitos e verdades sobre agrotóxicos

Texto: Juliana Carrero, Comida de Verdade, Estadão A discussão a respeito do uso de agrotóxicos no País ganhou grande destaque no cenário nacional a partir de maio deste ano, após uma das comissões especiais da Câmara dos Deputados colocar em pauta e aprovar o PL nº 6299/02, conhecido como Pacote do Veneno. De autoria do Ministro da Agricultura Blairo Maggi, o projeto facilita o uso da substância no Brasil. O Instituto de Defesa do Consumidor é uma das entidades que se posiciona contrariamente ao projeto e para ampliar o debate sobre o tema lançou o e-book gratuito 10 Mitos e Verdades sobre Agrotóxicos – Guia prático para uma alimentação mais consciente e saudável, que pode ser baixado no site da entidade. De acordo com o nutricionista do...

Share

Beber consciente e se alimentar adequadamente pode evitar ressacas

Você está curtindo cerveja, coquetéis com amigos e, antes que perceba, a noite se transforma em dia e você acorda com uma enorme ressaca. Você não está sozinho. De acordo com um estudo realizado na Escola de Medicina Wake Forest, cerca de 76 % dos adultos experimentam algum tipo de ressaca após uma sessão de beber. Os resultados são publicados no jornal Addiction. Os sintomas da ressaca incluem fadiga, desidratação, dor de cabeça ou dores musculares, tontura, tremores, taquicardia. "Apenas na década anterior, estamos vendo pesquisas clínicas e pré-clínicas mais sofisticadas avançar nossa compreensão de tudo o que está envolvido em uma ressaca", disse Laura Veach, uma pesquisadora. "Brevemente, temos indicações de que o sistema imunológico e uma resposta inflamatória estão envolvidos quando o alarme de ressaca sai...

Share