logo

Bem Vindos ao Nutrição e Desenvolvimento

Horário de Atendimento
Segunda - Sexta 09:00AM - 17:00PM
Sábado - Domingo FECHADO
NOSSA GALERIA

Seg - Sex 9.00 - 17.00

55-11-3845-7267

Whatsapp 55-11-9833-2857

R. Guarará, 529 - Cj. 107 - Jardim Paulista, São Paulo

Top

Exposição a substâncias químicas comuns em plásticos está ligados a obesidade infantil

Estudo descobre que produtos químicos substitutos para o BPA não são seguros para os consumidores.

A exposição a substâncias químicas comuns em plásticos e alimentos enlatados pode desempenhar um papel na obesidade infantil, de acordo com um estudo publicado no Journal of the Endocrine Society.

O bisfenol S (BPS) e o bisfenol F (BPF) são produtos químicos usados ​​em certos tipos de plástico, no revestimento de alimentos e bebidas em lata de alumínio, e em papel térmico de caixa. Esses produtos químicos têm sido usados ​​como um substituto para o bisfenol A (BPA), um conhecido produto químico disruptor-endócrino que prejudica a saúde humana ao interferir com os hormônios do corpo.

“Esta pesquisa é significativa porque a exposição a esses produtos químicos é muito comum nos Estados Unidos. O uso de BPS e BPF está crescendo porque os fabricantes estão substituindo o BPA por esses produtos químicos, contribuindo para a frequência de exposição”, disse o autor correspondente do estudo. Melanie Jacobson, Ph.D., MPH, da NYU School of Medicine, em Nova York, NY “Embora a dieta e o exercício ainda sejam entendidos como os principais propulsores da obesidade, esta pesquisa sugere que exposições químicas comuns também podem desempenhar um papel, especificamente entre crianças.”

Neste estudo, os pesquisadores usaram dados das Pesquisas Nacionais de Saúde e Nutrição dos EUA para avaliar associações entre BPA, BPS e BPF e resultados de massa corporal entre crianças e adolescentes com idade entre 6 e 19 anos. Crianças que tinham níveis mais elevados de BPS e BPF na urina eram mais propensas a ter obesidade em comparação com crianças com níveis mais baixos.

“Em um estudo anterior, descobrimos que o produto químico predecessor para BPS e BPF – BPA – estava associado a uma maior prevalência de obesidade em crianças norte – americanas, e este estudo encontrou a mesma tendência entre essas versões mais novas desse produto químico. produtos químicos similares não fazem nada para mitigar os danos que a exposição química tem à nossa saúde “, disse Jacobson.

Share

No Comments

Post a Comment