logo

Bem Vindos ao Nutrição e Desenvolvimento

Horário de Atendimento
Segunda - Sexta 09:00AM - 17:00PM
Sábado - Domingo FECHADO
NOSSA GALERIA

Seg - Sex 9.00 - 17.00

55-11-3845-7267

Whatsapp 55-11-9833-2857

R. Guarará, 529 - Cj. 58 - Jardim Paulista, São Paulo

Top

Suplementação com vitamina D associada a maior tempo de vida entre pacientes com câncer

Resultados de uma meta-análise relatada em 03 de junho de 2019 na reunião anual da Sociedade Americana de Oncologia Clínica revelou melhora da sobrevida entre pacientes com câncer suplementado com vitamina D. Resumo do estudo foi publicado em 26 de maio de 2019 no Journal of Clinical Oncology.

“Nos Estados Unidos, o câncer é a segunda principal causa de mortalidade e, como tal, a prevenção primária do câncer é uma grande preocupação de saúde pública”, escrevem os autores Varun Samji e colegas da Michigan State University. “A suplementação de vitamina D tem sido estudada como método de prevenção primária para várias doenças, incluindo doenças cardiovasculares, osteoporose, diabetes mellitus e câncer.”

Os pesquisadores selecionaram dez ensaios clínicos randomizados que incluíram um total de 79.055 pacientes com câncer para sua análise. Ensaios compararam os efeitos de pelo menos três anos de suplementação de vitamina D a um placebo sobre incidência e mortalidade por câncer. A análise mostrou que a suplementação de vitamina D foi associada com um risco 13% menor de morrer de câncer em comparação com o recebimento de um placebo.

“A vitamina D teve um efeito significativo na redução do risco de morte entre aqueles com câncer”, relatou o co-autor Tarek Haykal, que é médico residente em medicina interna na Michigan State University e Hurley Medical Center em Flint, Michigan. “A diferença na taxa de mortalidade entre os grupos de vitamina D e placebo foi estatisticamente significativa o suficiente para mostrar o quão importante ela pode ser entre a população de câncer”.

“Ainda há muitas perguntas e mais pesquisas são necessárias”, observou ele, “tudo o que podemos dizer é que pelo menos três anos de suplementação é necessário para ver qualquer efeito.”
“Sabemos que traz benefícios com efeitos colaterais mínimos”, acrescentou Haykal. “Há muito potencial”

Share

No Comments

Post a Comment