logo

Bem Vindos ao Nutrição e Desenvolvimento

Horário de Atendimento
Segunda - Sexta 09:00AM - 17:00PM
Sábado - Domingo FECHADO
NOSSA GALERIA

Seg - Sex 9.00 - 17.00

55-11-3845-7267

Whatsapp 55-11-9833-2857

R. Guarará, 529 - Cj. 58 - Jardim Paulista, São Paulo

Top

A ingestão de folato pode precisar de um impulso durante os meses de verão

A edição de janeiro de 2019 do Journal of Photochemistry and Photobiology B: Biology publicou resultados de pesquisadores em Málaga, Espanha de reduções nos níveis séricos de vitamina B folato em associação com maiores quantidades da exposição à luz ultravioleta. “Nós revelamos que os ciclos se repetem anualmente”, explicou o coautor José Aguilera, da Universidade de Málaga. “A porcentagem de valores baixos aumenta no verão”.

“O folato é essencial para a divisão celular e crescimento”, escrevem os autores. “Baixos níveis de folato podem causar anemia megaloblástica, defeitos do tubo neural e doenças cardiovasculares, entre outras condições.

A análise de 118.831 amostras de sangue sérico coletadas de pacientes hospitalizados em Málaga revelou uma diminuição nos valores médios de folato em todas as estações, em comparação com o inverno. O risco de deficiência de folato durante o verão foi 37% maior em média do que o risco experimentado durante o inverno.

Indivíduos que tiveram uma medição inicial de folato obtida durante o inverno, seguido por um segundo teste durante o verão, foram mais de três vezes mais propensos a mostrar o desenvolvimento de deficiência em comparação àqueles cujo primeiro teste foi no verão e segundo teste no inverno. Os níveis de folato foram inversamente relacionados à radiação solar total ultravioleta (UV) durante a estação em que o sangue foi coletado.

“Uma mudança nos hábitos alimentares – ou a prescrição de alimentos fortificados ou suplementos se a intervenção dietética não for eficaz – ajudaria a prevenir a deficiência de folato”, sugerem os autores.

Fonte: Life Extension

Share

No Comments

Post a Comment