logo

Bem Vindos ao Nutrição e Desenvolvimento

Horário de Atendimento
Segunda - Sexta 09:00AM - 17:00PM
Sábado - Domingo FECHADO
NOSSA GALERIA

Seg - Sex 9.00 - 17.00

55-11-3845-7267

Whatsapp 55-11-9833-2857

R. Guarará, 529 - Cj. 58 - Jardim Paulista, São Paulo

Top

Consumo de chocolate melhora o desempenho atlético

Fonte: Essential Nutrition

A suplementação com nitrato de sódio ou suco de beterraba (rico em nitrato) vem tornando-se cada vez mais popular, sendo que tanto atletas de elite quanto amadores vêm tomando para dar-lhes uma vantagem nos seus treinos. Mas, como alternativa, um estudo realizado na Universidade de Kingston, em Londres, afirma que o chocolate preto oferece benefícios semelhantes aos do suco de beterraba, o que pode agradar a muitas pessoas.

No estudo, verificou-se que o consumo de 40g de chocolate preto ao dia fez com que os ciclistas (amadores) usassem menos oxigênio quando pedalaram em um ritmo moderado por 20 minutos. Estes ciclistas também alcançaram uma maior distância em um ensaio cronometrado de dois minutos, durante o qual eles pedalaram o mais forte quanto podiam.(1) Para não ocorrer o ganho de peso, os participantes do estudo foram orientados a trocar um de seus snacks ou lanches pelo chocolate recebido.

Publicado em Journal of the International Society of Sports Nutrition, o estudo foi de pequeno porte, contou somente com 9 ciclistas, mas seu design foi cruzado, onde um grupo ingeriu 40g de chocolate branco, como grupo controle – o qual não obteve tão bons resultados.

O chocolate preto contém flavonoides (incluindo epicatequina), os quais mostram aumentar a liberação de óxido nítrico através de efeitos dependentes do endotélio. Os flavonoides parecem que possuem a habilidade de suprimir a atividade enzimática da arginase, aumentando assim a produção de óxido nítrico. Com esse aumento, consequentemente, ocorre a dilatação dos vasos sanguíneos, melhorando a absorção de glicose e regulando a contração muscular.(2,3) O chocolate já foi estudado anteriormente por seus efeitos na redução da pressão arterial em indivíduos hipertensos e para reduzir o risco de doença cardíaca coronariana e acidente vascular cerebral.(4,5)

Já estudo publicado em 2014 sobre o nitrato na performance esportiva questiona se a eficácia do nitrato não estaria dependente de fatores individuais (idade, dieta, saúde e fitness) e características do exercício (intensidade, duração e natureza).(6)

É bom ressaltar que mais estudos precisam ser feitos sobre a quantidade ingerida (dose) para a duração da suplementação sobre o esforço.  E que nem todas as barras de chocolate são criadas da mesma forma. Os níveis de cacao e epicatequina (encontrados nas sementes da planta Theobroma cacao) podem variar de chocolate para chocolate. Quanto mais puro e contendo menos aditivos desfavoráveis (açúcar branco, gordura trans, aditivos artificiais) melhor. Quanto à dose de chocolate, o estudo da Universidade de Kingston calculou 40g, sendo que mais que isso não ajudaria na performance… Logo, ou você encontra uma barra de chocolate preto de boa qualidade que contenha exatamente 40g, ou depois de ingerir a dose, seja forte o suficiente para guardar o restante para o dia seguinte.

Share

No Comments

Post a Comment