logo

Bem Vindos ao Nutrição e Desenvolvimento

Horário de Atendimento
Segunda - Sexta 09:00AM - 17:00PM
Sábado - Domingo FECHADO
NOSSA GALERIA

Seg - Sex 9.00 - 17.00

55-11-3845-7267

Whatsapp 55-11-9833-2857

R. Guarará, 529 - Cj. 107 - Jardim Paulista, São Paulo

Top
Nutrição e Desenvolvimento - Nutrição e Desenvolvimento
q

Relação entre músculos e osteoporose em homens mais velhos

Fonte: Essential

Será que a quantidade de massa muscular pode determinar a chance de contrair osteoporose? Com o objetivo de analisar a influência da sarcopenia (perda gradual da massa muscular que comumente ocorre durante o envelhecimento) na saúde dos ossos em homens com idade avançada, um novo estudo feito por pesquisadores brasileiros afirma que sim.

O estudo cruzado teve a participação de 198 homens com idade acima de 60 anos, onde inicialmente foram medidos a massa muscular, a massa magra corporal total, os níveis de gordura e a força. Na continuação, mediram a densidade óssea de cada participante. Atualmente, a densitometria óssea é o método de exame mais utilizado para avaliar a densidade mineral dos ossos utilizando um aparelho conhecido por usar a técnica de DXA (Dual-Energy X-ray Absorptiometry). É um exame indolor, rápido e com baixa exposição à radiação que diagnostica a osteoporose e osteopenia.

Os resultados mostraram que somente a massa muscular nos braços e pernas, a massa total magra e força de preensão da mão dominante tiveram algum efeito na saúde óssea dos homens. Em especial, os que tinham mais massa muscular nos braços e pernas e força palmar apresentaram significativamente menos sinais de osteoporose do que o grupo menos fisicamente apto. Tanto a massa gorda quanto a força em geral não apresentou influência.

De acordo com os autores, “Estes resultados sugerem a importância do aumento da massa magra para a saúde dos ossos dos homens idosos”. A massa muscular estimula constantemente os ossos associados, mesmo durante o sono quando os músculos contraem e relaxam naturalmente, e este movimento ajuda a manter a saúde óssea. Menos massa muscular, mais risco de osteoporose. Eis mais um motivo para a importância do exercício como ferramenta antienvelhecimento e aqui, em especial, exercícios que impõe resistência.

Referência: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25926116

Share

No Comments

Post a Comment