logo

Bem Vindos ao Nutrição e Desenvolvimento

Horário de Atendimento
Segunda - Sexta 09:00AM - 17:00PM
Sábado - Domingo FECHADO
NOSSA GALERIA

Seg - Sex 9.00 - 17.00

55-11-3845-7267

Whatsapp 55-11-9833-2857

R. Guarará, 529 - Cj. 58 - Jardim Paulista, São Paulo

Top

Prepare-se para São Silvestre – Dicas para iniciantes

Confira a entrevista da Dra. Priscila Machado para revista Runners World sobre dicas para iniciantes na São Silvestre:

Screen Shot 2014-09-05 at 10.53.32

– Em dezembro, além da maior ingestão de líquidos, há algo que pode ser feito para encarar melhor os treinos em dias bem quentes?

 SIM, ingerir isotônico regularmente ao longo do treino. Há versões com e sem carbo, inclusive em pastilhas que dissolvem em água e isso se torna fácil de transportar. Água de coco é um bom hidratante mas não um bom isotérico  devido ao alto teor de potássio. Durante o esforço precisamos ingerir sódio.

– Se entregar na ceia de Natal, uma semana antes da prova, pode ter impacto na preparação do atleta? 

Nada em excesso faz bem. O ideal é comer variado ao longo do dia e não abusar de doces, sobretudo a noite. Usar chás medicinais como boldo ou carqueja pode auxiliar a digestão nos dias de festa e reduzir os efeitos digestivos de quem não esteja acostumado à ceia. Mas em geral, comer e beber moderadamente não acarretara problema. Pedir moderação neste momento não é exagero? Não em relação a frituras e doces.

– O que seria uma boa estratégia de hidratação e compensação de carboidrato três dias antes da prova? Agua ao longo do dia agua de coco 500 ml dia

Eu não gosto de supercompensação por ser a favor de dietas mais proteicas. A supercompensação pode ser valida para os mais rápidos e os muito acostumados a comer muito carbo. Eu costumo manter dietas com 60% de carbo nas vésperas do evento e não com 75% como se vê por ai. Costumo indicar um peixe cozido ou um frangainho com legumes cozidos conjuntamente com a batata, arroz ou massa. Nunca só massa! O tubo digestivo deve estar funcionando plenamente e sem sobrecarga, nestes 3 dias anteriores ao evento o cuidado com a higiene alimentar é o ponto mais importante. Qualquer infecção pode por água abaixo todo o treino feito. E por isso gosto que evitem alimentos crus e de locais “insalubres’.

– Para quem fizer a prova e sentir que se desgastou ou mesmo sofreu pra terminar, o que pode ser feito – além da recomendação de carboidrato e proteína nas refeições, pra incentivar a recuperação mais rápida, para que a fadiga não atrapalhe o réveillon?

Ingerir  cada 2 horas os líquidos e tentar comer certinho (cargo, proteína e gorduras) ao longo dos 2 dias subsequentes.

 

Share

No Comments

Post a Comment